Diabetes emocional: ela existe ou não?

DIABETES EMOCIIONAL

Essa é uma pergunta muito comum e a resposta para ela é muito simples.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes não existe diabetes emocional. Segundo ela, o que existe, realmente, além de outros tipos específicos que podem acontecer devido a doenças genéticas, hormonais e pancreáticas:

  • Diabetes do tipo 1: doença auto imune e pode surgir a qualquer momento da vida entre o nascimento e a fase infanto-juvenil. Ocorre em cerca de 5% a 10% dos diabéticos. É possível ter uma rotina normal, com aplicação de insulina, dieta e medição de glicose para o resto da vida.

  • Diabetes do tipo 2: decorre do desenvolvimento de uma resistência à insulina. É o mais comum em adultos e idosos, atingindo cerca de 90% dos diagnosticados com a doença. A princípio o diabético tipo 2 não é insulino-dependente, mas necessita de remédios e controle glicêmico. Pode ser evitado com uma dieta equilibrada e hábitos saudáveis.

  • Diabetes gestacional: surge em mulheres grávidas que têm diabéticos em seu histórico familiar. Aqui, também ocorre uma resistência à insulina, que pode ou não continuar após o parto. É importante o acompanhamento médico durante toda a gestação para evitar que a doença se instale e traga problemas para a gestante e para o feto.

Entretanto, é comum que situações de estresse e ansiedade sejam um gatilho para o desenvolvimento de diabetes em pessoas que já tenham uma predisposição. E é justamente aí, que surge a ideia de diabetes emocional.

Ou seja, não existe um tipo de diabetes chamada “diabetes emocional”.

Porém, a alteração de humor, ansiedade, um momento de fragilidade ou até mesmo de euforia influenciam diretamente na glicemia.

O fator pode desequilibrar os níveis de açúcar no sangue, desencadeando a doença.

O papel do estresse na alteração da glicemia

Nosso organismo entende o estresse como um alerta de perigo e desta forma. No entanto, nem sempre situações de estresse e o organismo libera hormônios com o objetivo de distribuir energia (glicose nas células) para ser usado como combustível se for necessário.

Pois bem, em pessoas com predisposição a diabetes essa energia extra produzida não consegue se espalhar pelo corpo, já que existe uma quantidade insuficiente de insulina suficiente.

Dessa forma, a glicose permanece circulando no sangue, aumentando a glicemia.

Destacamos também que o cortisol, o chamado “hormônio do estresse”, influencia no estoque dos triglicérides.

A triglicérides, quando em grande quantidade, altera os receptores de insulina no organismo, podendo até mesmo desativar suas funções.

A importância do controle do estresse na diabete emocional

Receber um diagnóstico de diabetes nunca é uma notícia fácil para o paciente ou sua família. É preciso muito apoio por parte de profissionais aptos a cuidarem dos aspectos psíquicos.

Caso a diabetes seja desencadeada por estados emocionais, torna-se ainda mais necessário esse acompanhamento especializado.

Além disso, nesses casos, algumas dicas podem ser muito úteis, por exemplo:

  • Pratique exercícios físicos de forma regular: a atividade física tem o “poder” de ajudar a aliviar o estresse;
  • Cuidado com a alimentação: algumas substâncias como a cafeína, por exemplo, pode causar aumento da tensão e do nervosismo;
  • Durma bem: controle a quantidade e a qualidade do seu sono. Pessoas descansadas estão menos vulneráveis a sentirem ansiedade e estresse;
  • Evite situações de estresse: fuja de atividades ou pessoas que possam te causar estresse;
  • Hidrate-se: beba bastante água, sucos e chás durante o dia. A desidratação altera o humor e aumenta o estresse.
  • Tenha hobbies: pratique atividades que possam te trazer prazer e relaxamento: pintura, jardinagem, canto, leituras.

Quer saber mais sobre diabetes?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a chamada “diabetes emocional”, que tal conferir outros conteúdos aqui do blog que podem ser muito úteis para você?

Sugerimos a leitura dos artigos Como saber se tenho diabetes? e Qual é a melhor dieta para diabéticos?

Blog com o objetivo de democratizar o conhecimento sobre diabetes e as formas de se prevenir e também cuidar dessa doença. Aqui você também encontra os melhores produtos para controle de glicemia.
Post criado 19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.